Repsol reforça eficiência energética

10/03/2022

Repsol reforça eficiência energética

A Repsol reforça a eficiência energética na sua atividade industrial e incentiva o conhecimento de formas de a aplicar também em casa dos consumidores.


A Repsol tem uma estratégia de descarbonização que inclui todas as tecnologias existentes e cujas principais linhas de trabalho incluem a eficiência energética, a produção e autoconsumo de electricidade renovável, o hidrogénio renovável, soluções de economia circular e combustíveis sintéticos ou com uma baixa pegada de carbono.


A eficiência energética é uma das formas com maior potencial para reduzir as emissões de gases com efeito de estufa.


Para atingir o objetivo de alcançar zero emissões líquidas até 2050, a Repsol está a incluir a integração das energias renováveis nos seus processos e a implementação de sistemas e ferramentas para melhorar a eficiência de todas as suas instalações industriais, conseguindo deste modo obter uma atividade menos intensiva em carbono.


Como reforçar a eficiência energética no nosso dia-a-dia como consumidor?


Por exemplo, a escolha dos eletrodomésticos para casa, faz parte daquele conjunto de decisões importantes que mais dia menos dia todos temos de tomar. A tentação é sempre optar por equipamentos mais económicos, contudo, no longo prazo, esta escolha pode sair-nos cara.


Para ajudar o consumidor, foi criada a etiqueta energética, uma ferramenta que lista todas as características de um equipamento, permitindo a comparação com eletrodomésticos semelhantes. Desta forma, é possível avaliar o desempenho e a eficiência energética do equipamento e tomar uma decisão informada e consciente.


Porquê? Em primeiro lugar, o tempo médio de vida dos equipamentos mais baratos costuma ser inferior. Em segundo lugar, consomem mais energia, o que significa um custo maior no final de cada mês. Mas como saber que equipamento é o mais eficiente? Como fazer esta comparação?


Da mesma forma que o Certificado de Eficiência Energética indica as características energéticas de um edifício, a etiqueta energética é um selo que indica a eficiência de qualquer aparelho doméstico para venda que consuma energia. Baseia-se numa escala de classificação de letras e cores que vai desde A de cor verde para os equipamentos mais eficientes até à letra D de cor encarnada para os menos eficientes.


Esta certificação é obrigatória na Europa para frigoríficos e congeladores; máquinas de lavar e secar roupa, máquinas de lavar louça, fornos elétricos e microondas e fontes de luz domésticas.


A eficiência energética mede-se numa escala de A a G, sendo os equipamentos mais eficientes classificados como A, B ou C; de consumo moderado D ou E e de alto F ou G.

Graças à etiqueta de eficiência energética, o comprador pode aceder a informações detalhadas sobre o consumo de energia do produto antes de o adquirir.


Para além da aquisição de aparelhos energeticamente eficientes, existem outras ferramentas disponíveis para melhorar a eficiência energética em casa, tais como a instalação de sistemas de monitorização do consumo de energia ou a incorporação da domótica. Através de sistemas de medição telemática de energia, podemos descobrir o nosso consumo em tempo real e melhorar as condições do nosso contrato energético. Por outro lado, a incorporação de sistemas de domótica permite-nos gerir a iluminação, ar condicionado, água quente doméstica, rega e electrodomésticos de forma mais eficiente.


Que vantagens tem a melhoria da eficiência energética?


O investimento em medidas para melhorar a eficiência energética tem efeitos muito positivos em todos os domínios. Estes são alguns dos principais benefícios:


Economia de energia e de custos:


Um efeito directo da eficiência energética é que, ao utilizar menos recursos energéticos para realizar uma atividade, a energia é poupada. Ao mesmo tempo, menos gastos energéticos traduzem-se em contas de energia mais baixas.


Melhorias para o ambiente:


A eficiência energética reduz as emissões de gases com efeito de estufa. Quando utilizamos a energia de forma responsável, são consumidos menos recursos, o que contribui para a redução das emissões e da pegada de carbono.


Melhorias na oferta:

A eficiência energética permite-nos optimizar a utilização dos recursos naturais e criar uma economia de proximidade.


Além da Etiqueta Energética, o consumidor também tem acesso à ficha de produto, o único elemento informativo que deve ser obrigatoriamente traduzido e apresentado na língua oficial do país no qual o eletrodoméstico é comercializado.